Compartilhar

Se você tem um amigo ou parente que esteja enfrentando uma doença grave ou que recentemente tenha se submetido a uma cirurgia, é provável que isso ocupe seus pensamentos todos os dias – especialmente se você atua como cuidador.

 

Para o processo de recuperação, é importante que tanto o paciente quanto você não passem o tempo todo pensando na situação. 

 

Em primeiro lugar, pela sua própria saúde física e mental. Quando você cuida dos outros, pode acontecer de você negligenciar as suas próprias necessidades e isso pode prejudicar a sua saúde com o tempo. Além disso, você deve ter em mente que, em um estado de constante preocupação e angústia, não é possível ajudar outra pessoa. 

 

O trabalho do cuidador é muito honrado e não é fácil, ainda mais na América Latina. É por isso que a primeira coisa que você deve fazer antes de assumir essa responsabilidade é avaliar se, neste momento, você sente que tem capacidades físicas e mentais para cumprir o papel de cuidar de uma pessoa doente.

 

Luto precoce

 

Quando você cuida de uma pessoa doente, você deve ter em mente que é esperado que você às vezes se sinta mal e você deve se permitir sentir. Você precisa seguir com a sua vida, prestando atenção e aceitando os sentimentos que a condição do seu ente querido está lhe causando.

 

Além disso, você não precisa ficar de luto apenas depois de um evento doloroso, mas também antes, ou seja, durante o processo. Para isso, você pode falar com os médicos sobre o que esperar nas próximas etapas. Se você puder assimilar a situação com o tempo, é provável que você se sinta mais preparado e mais forte ao enfrentar um momento difícil.

 

Mesmo que você se considere uma pessoa muito forte para lidar com esta situação, as exigências da situação podem requerer o uso de outros recursos. Aqui estão algumas orientações que podem ajudar você a continuar motivado enquanto cuida do seu ente querido:

 

1)    Simplifique


Procure alternativas que simplifiquem o seu cotidiano. Se o paciente não estiver ingerindo suas necessidades nutricionais diárias, você pode recorrer a complementos nutricionais como Ensure® Plus Advanced, que foi cientificamente elaborado para nutrir as pessoas durante e após cirurgias ou hospitalizações recentes, fornecendo um grande suporte de energia e proteínas para ajudar na recuperação. Consulte um médico.


É prático e vem pronto para beber, permitindo que a pessoa de quem você cuida obtenha todos os nutrientes de que precisa, sem a necessidade de preparos que levariam muito tempo e atenção. Lembre-se, no entanto, de sempre consultar um especialista.

 

2)    Defina metas para sua saúde


Como, por exemplo, descansar, alimentar-se melhor ou fazer exercícios com frequência. Encontre maneiras de continuar o máximo possível com suas atividades e encontre outras atividades que sejam do seu interesse. Reserve um tempo para si mesmo.

 

3)    Procure recursos


Tenha em mente que você não pode ser um cuidador 24 horas. Você precisa contar com ajuda e ter cronograma de trabalho e de descanso. Peça a outras pessoas da sua família que cuidem do paciente por algumas horas, ou simplesmente fale sobre como você se sente.

 

Informe-se sobre os recursos na sua comunidade, como serviços de suporte ou grupos de apoio. Além disso, é importante informar-se sobre a doença do seu parente. Isso facilitará a sua ajuda.

 

Lembre-se de que você sempre pode pedir ajuda psicológica. Não é preciso ficar sobrecarregado com a situação para fazer isso. Falar com um profissional ajudará você em qualquer estágio da doença em que seu parente se encontre.

 

Em essência, tenha em mente que você está fazendo o melhor que pode e tomando as melhores decisões possíveis para cuidar de seu ente querido.

 

 

BIBLIOGRAFIA

 

1.    American Cancer Society (2015). Preocupación por la familia y los que atienden al paciente.
https://www.cancer.org/es/tratamiento/personas-que-atienden-a-la-persona-con-cancer/escuche-con-el-corazon/preocupacion-por-la-familia-y-los-que-atienden-al-paciente.html

2.    Mayo Clinic (2020). Estrés de las personas encargadas del cuidado: Consejos para cuidarte a ti mismo.
https://www.mayoclinic.org/es-es/healthy-lifestyle/stress-management/in-depth/caregiver-stress/art-20044784


3.    U.S. Department of Health and Human Services, National Cancer Institute. (2014). Cómo cuidarse mientras usted cuida a su ser querido. Apoyo para personas que cuidan a un ser querido con cáncer. Publicación N° 13-6219(S) de NIH. https://www.cancer.gov/espanol/cancer/sobrellevar/apoyo-a-quien-cuida/caregiver-spanish-jan2014.pdf